As “guloseimas” de outono! Castanhas assadas.

O outono já chegou e com ele, o fumo e o cheiro a castanhas assadas pelas ruas portuguesas. Vai meia dúzia, uma dúzia… petiscamo-las sem, muitas vezes, termos noção de que estamos perante um fruto nutricionalmente rico e que, afinal, pode ser consumido sem grandes culpas — desde que com conta, peso e medida. Claro!

Em tempos passados as castanhas chegaram a ser consideradas o “pão dos pobres”. Hoje, encaramo-las como uma “guloseima” de outono. 

 São pobres em gordura, mas, dados os níveis de hidratos de carbono complexos e fibras, são bastante saciantes.

 Cerca de 10 castanhas assadas fornecem 36% da quantidade necessária de vitamina C, 21% de vitamina B6 e 15% de ácido fólico.

São ricas em minerais como cálcio, ferro, magnésio, potássio, fósforo, zinco, cobre e selénio.

 São uma boa fonte de energia, isenta de glúten, o que as torna aptas para serem também consumidas por quem sofre de doença celíaca.

Só coisas boas!

Além de serem um alimento com vários compostos nutricionais, as castanhas têm ainda a vantagem de poderem ser consumidas de várias formas. Há quem as prefira cruas, cozidas com erva doce ou assadas. Mas a sua versatilidade em termos gastronómicos não se limita a serem ingeridas isoladamente.

Elas podem ser confecionadas como acompanhamento de pratos, em substituto do arroz, da massa ou da batata. São também indicadas para base de sopas ou para a elaboração de sobremesas e bolos.

Cá em casa vai variando. Aqui foram assadas mas deixei algumas para fazer uma sopa!

E vocês como gostam das castanhas?

beijinhos rainhas.

Ervas aromáticas: Salsa

São um verdadeiro concentrado de energia solar, de clorofila e de elementos vitais.

Olá Rainhas.

Costumam utilizar ervas frescas nos vossos cozinhados? Aquele cheirinho a ervas frescas picadas no momento, adoro.

Tenho sempre pelo menos 3 (ás vezes mais) qualidades de ervas frescas cá em casa.

Ervas aromáticas e as especiarias são a chave da cozinha, aquele pequeno toque que faz a diferença. São um verdadeiro concentrado de energia solar, de clorofila e de elementos vitais.

Salsa é uma das várias ervas que não falta cá em casa. Ela deve ser consumida crua, para ter proveito de todas as qualidades nutritivas. Recomendo, qualquer que seja o seu uso, de nunca a deteriorar com calor, aquecimento ou cozedura. Isso é destruir tudo de bom que a salsa tem.

É muito rica em vitamina C, A e B, contém ferro, cálcio, fósforo, magnésio, iodo, manganês, cobre, potássio, clorofila, enzimas e um óleo essencial o apiol.

 É bem mais rica em vitamina C do que o agrião, por exemplo e quatro vezes mais do que a couve ou dos citrinos.

Utiliza salsa picada em saladas variadas, para finalizar uma sopa, misturado com arroz integral e sumo de lima ou em sumos verdes.

Sê criativa! Dá o teu toque com cheirinho a salsa picada!

Beijinhos

Almôndegas de Lentilhas.

Olá Rainhas

Estão a manter-se saudáveis? Espero que sim.

A lentilha é um alimento muito rico em vitaminas e minerais que pode trazer vários benefícios para a saúde, como diminuir o colesterol, desintoxicar o organismo ou prevenir a anemia. Além disso, podem ser preparadas sem adição de gorduras, tornando-se em ótimas refeições.

Eu gosto de lentilhas, mas confesso que apenas as preparo de duas maneiras. Em saladas variadas ou como almôndegas que preparo em grandes quantidades, para poder congelar.

Para estas almôndegas:

Cozi as lentilhas que deixei de molho durante 4 horas. Passei por água e coloquei dentro de uma panela com água, sal e alho a ferver. Cozinhar por  10 minutos ou até estarem cozinhadas. Não deixo cozinhar demais, para dar às almôndegas alguma textura. Depois de arrefecer um pouco , acrescentei os restantes ingredientes misturei e levei ao frigorifico para repousar 20 minutos para ser mais fácil de moldar as bolas de lentilha. Passei por pão ralado caseiro, coloquei num tabuleiro e coloquei no congelador para solidificar. Depois de congeladas, soltei-as do tabuleiro e dividi-as por sacos térmicos para futuras refeições.

Quando decidires comer é só tirar para fora do congelador por 15 minutos e levar ao forno durante 15/20 minutos a 190ºC, dependendo da potência do vosso forno em casa.

Podes fazer um molho de tomate assado e harissa (opcional) e servir com arroz integral ou branco, acompanhado de brócolos ao vapor ou uma salada por exemplo.

Enfim, cria o teu prato com as tuas combinações. Aquele teu toque especial.

O importante é que seja um refeição equilibrada.

Pratos coloridos.

RECEITA DE ALMÔNDEGAS DE LENTILHA

200g de lentilhas cozidas (em água, sal e louro)

1 cebola grande picada

1 colher de chá alho em pó

2 colheres de chá de paprika fumada

1 colher de chá de cominhos

Salsa a gosto (ou outras ervas frescas)

2 colheres de sopa de aveia fina

1 colher de sopa de cevada

1 colher de sopa de linhaça moída

3 colher de sopa de água morna

Sal q.b

Pimenta caiena a gosto

Todos os ingredientes podem ser reajustados ao vosso gosto.

Tenham atenção com a consistência da mistura, para esta não estar demasiada seca ou demasiado mole.

Já alguma vez fizeram?

Beijinhos rainhas

%d bloggers like this: